MachineCast #41 – Orkut

Saudações amigos, ouvintes, entusiastas de redes sociais, e ex-orkuteiros de plantão!

Houve um tempo nas redes sociais, antes dos likes, dos twittes, das hashtags e dos compartilhamentos, onde pessoas se reuniam em comunidades, deixavam scraps, depoimentos, contabilizavam quantas e quais e pessoas haviam visitado o seu perfil, e caçavam infinitamente as vergonhas alheias: sim, estamos falando da saudosa época do Orkut!

E nessa viagem mais que nostálgica e muito especial para os Machines, essa turma muito louca, que você não conhece pessoalmente, mas considera pacas, se recorda com muito carinho da história de uma das mais famosas redes sociais de todos os tempos! Além disso, nessa viagem, relembre com os Machines as saudosas comunidades, as pérolas que circulavam pelas redes, as histórias pessoais de cada um e muito mais!

E se você gostou dessa viagem, e quer acompanhar mais de perto os Machines, junte-se á comunidade do Machine (grupo do Facebook), visite o nosso perfil (página do facebook), venha bater um papo animado conosco no nosso fórum (grupo do Telegram), e não se esqueça de deixar para nós seus comentários e depoimentos (emails). Somos todos 99% retrôs, mas aquele 1% de modernidade pra acompanhar a todos!

ODEIO ACORDAR CEDO!


Player e Download  🙂 

Arquivo Zipado | Baixar zip

Equipe:  😎   

TEAMBLUE 120EDUARDO FILHOTE 120FELIPE ZU 120ZUPPÃO 120TICIANA 120SPIDER 120


Mencionados no Episódio:  😯 


Contatos:  🙂

E-Mail – contato@machinecast.com.br

Twitter – @machine_cast

Facebook – facebook.com.br/machinecast

Alvanista – @machinecast

Google+ – https://plus.google.com/MachinecastBrasil

Canal no YouTube – MachineTube

Telegram – Machines (Integrantes e Ouvintes)


enquete

Qual dessas Comunidades você seria membro?

View Results

Carregando ... Carregando ...

Comente pelo FaceBook

comentarios usando FaceBook

  • Baixei pra já ouvir indo pro trabalho ! Ei, o que faço eu num episódio de rede social !?

    • TeamBlue

      ahhahahha

    • Anderson Costa

      Eu me perguntei a mesma coisa hahahahhahah, vou ouvir agora pra descobrir.

  • Zuppao

    Teamblue ta louco?
    como assim todo paulista eh corno?..kkkkkkk
    eu poderia ter votado na resposta “Adoro piadas de gaucho”, mas po…”Drogas to fora, Sai pra comprar” eh foda…kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Ricardo Shima

    Salve, Salve Galera. ó eu aqui outra vez.

    Grandioso e saudoso Orkut… qnts lembranças. Fiz parte de muitas das comunidades que vcs falaram e muitas outras que nao lembro mais. Tinha uma muito famosa que era referente ao Sr. Madrugada do Chaves, não me recordo o nome, mas por um tempo foi a comunidade que mais teve membros.

    Conheci a rede social atraves de, por incrivel que pareça, um forum que eu frequentava (tbm nao lembro qual é o nome) onde uma das pessoas me perguntou se eu tinha Orkut. Eu era tão leigo dessas coisas que imaginei que era alguma coisa la de MG. Nao faço ideia do que pensei o que seria “Okurt”, mas como a menina era mineira achei que era algo de la. Tipo um queijo, saca? hahhahahah
    Falei que não tinha e entao ela me mandou o convite. Desde entao, sempre tem uma rede social que faço parte.

    Ouvi o podcast há uns 3 dias e só agora estou comentando. Entao me perdoem se houver alguma coisa neste comentario que ja foi falado no cast.
    Uma coisa que, pelo que me lembre, não foi comentada é que o Orkut foi o primeiro “X9 / Cagoeta / Dedo Duro” de stalkers do mundo digital.
    Vc sabia quem te visitou, quem te visitava com uma certa frequencia e até sabia qual pessoa vc tinha que ter medo pois era nitido que tinha uma certa obsessão relacionada a sua pessoa. E só apos as reclamacoes que a rede social decidiu colocar a opcao de desabilitar o “dedo duro”

    No começo ninguem colocava a vida “IN REAL TIME” na rede social. Não existiam os smartphones entao a pessoa postava na rede social quando tinha tempo. E isso é que faz o Orkut ser pior que o fb.
    Pq pense: se agora eu arrumo um tempo pra ver a rede social, pq caralhos vou postar uma foto da minha tia cagando ?
    Ou o mundo ja era muito insano nesta epoca e eu não percebia, ou entao realmente as pessoas não tem/tinham senso de ridiculo.

    Mas em fim, é issae.
    E mais uma vez, parabens pela trilha sonora do cast. Sempre se superam.
    Abracos.

    • Puxa vida Shima, boa lembrança.Realmente, esse lance de ele avisar quem visitou dava várias confusões. Eu mesmo achava pólvora pra discussão.

      A casa agradece o comentário!

  • Vitor Urubatan

    Olha essa época eu lembro de ter “investido” um tempo em criar vários fakes para interagirem entre eles e posteriormente com pessoas “reais”. Com uma bancada de amigos inexistente com modos diferentes de se expressarem e escreverem. Acabei conseguindo fazer as pessoas aceitarem esses fakes devida as suas conexões. Rsss e era engraçado que as pessoas interagiam de forma direta ou indireta com algumas dessas “pessoas” (a maioria fakes mulheres) como se as conhecessem pessoalmente.
    Não falo de agir sabendo que não conheceu, mas de falar que sim, já saiu com aquela pessoa.
    Talvez essas pessoas estivesse mentindo, mas minha teoria era que elas estavam tão levianas com a quantidade de “amigos” que acabam não mais discernindo uns dos outros.

    Totalizando a quantidade de pessoas que estavam envolvidas com esses fakes eram de cem, cento e poucas pessoas.

    Foi um experimento interessante que gerou alguns frutos para criança e desenvolvimento de personagens.

    E adorava os grupos de orkut, sempre me ajudavam muito.

  • Orkut, saudades ♥